Estado registra cinco das 20 maiores temperaturas do Brasil O levantamento feito pelo Inmet tem a aparição de Água Clara, Porto Murtinho, Paranaíba e Três Lagoas

Calor que não acaba mais – Mato Grosso do Sul está sob efeito de três alertas de tempo nesta sexta-feira (22). Ambos foram emitidos pelo Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia) e preveem onda de calor com risco de morte e umidade do ar baixa. O exemplo disso é que cinco municípios se destacaram pelas altas temperaturas e umidade desértica

Na lista das 20 temperaturas mais altas registradas pelas estações do Inmet, aparecem quatro de Mato Grosso do Sul: Água Clara, Porto Murtinho, Paranaíba e Três Lagoas. A mais alta foi a cidade água-clarense com 40,7ºC. Os dias mais quentes foram na região leste, também chamado de Bolsão. Confira a lista abaixo com as cidades do Estado:

Água Clara – 40,7ºC
Porto Murtinho – 40,3ºC
Paranaíba – 40,1ºC
Paranaíba (2) – 39,8ºC
Três Lagoas – 39,6ºC

Termômetros da instituição financeira em Corguinho (à esquerda) e Maracaju (à direita)

Outras temperaturas a se destacar foram registradas pelos termômetros do Sicredi no interior. Em Corguinho, distante a 99 km de Campo Grande, a estrutura marcou 43ºC. Já em Maracaju, distante a 159 km da Capital, o painel chegou aos 41ºC.

Já em relação a lista das umidades relativas do ar mais baixas, o município de Rio Brilhante aparece na 3º posição com o índice de 12%. Vale ressaltar que o mínimo recomendado pela OMS (Organização Mundial da Saúde) é de 60%. Todos esses valores tem como referência a quinta-feira (21).

Campo Grande – Conforme a estação automática do Inmet, às 14h, Campo Grande marcava 36,8ºC com umidade de 28%. A tendência é que não tenha chuva nesta sexta-feira e o céu deve ficar com poucas nuvens e névoa.

Botão Voltar ao topo