Lula diz que vai colocar nome na picanha que sairá de Campo Grande para a China

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) confirmou que virá a Campo Grande, na sexta-feira (12) para inaugurar a exportação de carne à China, e vai aproveitar para colocar seu nome. O anúncio foi feito ontem (10), durante a cerimônia de anúncio da Seleção do Minha Casa, Minha Vida Rural e do Minha Casa, Minha Vida Entidades, em Brasília.

Lula vai cumprir agenda no frigorífico JBS de Campo Grande, localizada na Rodovia BR-060, saída para Sidrolândia. Uma grande estrutura de palanque está sendo montada nos fundos da unidade.

“A primeira carne que o chinês vai receber desse frigorífico vai ser eu que vou embrulhar e vou aproveitar e colocar meu nome na picanha para que ele saiba que eu estou exportando a picanha”, disse.

A visita a Mato Grosso do Sul faz parte de um giro por estados brasileiros para aproximação do setor econômico. Em março, o presidente esteve em Minas Gerais, Rio Grande do Sul e Pará, e em abril já viajou para o Nordeste e Goiás.

Exportação – A exportação para o país asiático faz parte do processo de expansão das plantas de frigoríficas brasileiras que foram habilitadas para envio da carne para a China.

Foram concedidas 38 habilitações, incluindo oito abatedouros de frango, 24 abatedouros de bovinos, um estabelecimento bovino de termo processamento e cinco entrepostos.

Botão Voltar ao topo