Prefeita Adriane Lopes participa de debate na Assomasul sobre queda de receitas dos municípios de MS

 

Com objetivo de discutir a queda de arrecadação das receitas dos municípios de Mato Grosso do Sul, a prefeita Adriane Lopes participou de debate nesta quinta-feira (14), na sede da Associação dos Municípios de MS, em Campo Grande, com prefeitos e prefeitas que compõem a Assomasul. Também foi abordada a realização do 1° Congresso dos Municípios, que será realizado em outubro.

“Venho reforçar meu posicionamento e a minha parceria. É um momento muito delicado para os municípios de pequeno, médio e grande porte. Estive em Brasília esta semana discutindo a Reforma Tributária e os impactos que vão causar para os municípios que vêm perdendo há muito tempo de arrecadação. Este cenário vem sendo enfrentado por diversos municípios a nível nacional. Nós precisamos nos posicionar e este é o momento. Estaremos presentes, atuantes e fortalecendo ainda mais a Assomasul”, pontuou a Prefeita.

Também foram debatidos os ajustes para o 1° Congresso dos Municípios de Mato Grosso do Sul, onde o presidente da Assomasul e prefeito de Nioaque, Valdir Couto Júnior ressaltou a importância da presença dos gestores, vereadores, secretários e população no evento, que irá abordar o “Municipalismo, Governança e Inovação na Gestão Pública”.

“Um municipalismo forte se constrói com a participação de todos. Nosso Congresso promete agregar e fornecer conhecimento para todos os municípios sul-mato-grossenses, desde a menor até a maior cidade. Nossa intenção é promover um debate enriquecedor sobre as estratégias relacionadas a esses temas, visando fortalecer os municípios e garantir um futuro promissor, eficiente e próspero para o Estado de Mato Grosso do Sul”, destacou o presidente da Assomasul.

Congresso

A Assomasul promove nos dias 3 e 4 de outubro o 1º Congresso dos Municípios de Mato Grosso do Sul, no Centro de Convenções Arquiteto Rubens Gil de Camilo, em Campo Grande. O evento é gratuito e é direcionado aos prefeitos, gestores públicos, instituições, fornecedores e ao público em geral.

O Congresso promoverá um diálogo enriquecedor sobre Municipalismo, Governança e Inovação na Gestão Pública. O evento também consistirá na promoção de uma feira de networking exclusiva, fomentando a interação entre prefeituras, fornecedores e instituições de produtos, serviços e soluções inovadoras voltados para o setor público. Isso visa otimizar os processos de gestão e municipalismo.

Por meio de painéis de discussão e palestras inspiradoras, o 1º Congresso dos Municípios de Mato Grosso do Sul propõe um ambiente com ideias inovadoras, estratégias eficazes e melhores práticas de governança, que serão compartilhadas e debatidas.

FNP

Nessa terça-feira (12) a prefeita Adriane Lopes cumpriu agenda em Brasília. A chefe do Executivo Municipal de Campo Grande Capital reuniu-se com mais de 20 integrantes que compõem a Frente Nacional dos Prefeitos (FNP) para debater assuntos prioritários para o aperfeiçoamento da proposta de reforma tributária (PEC 45/2019), que deve ser votada em outubro, no Senado Federal. O projeto já passou pela Câmara dos Deputados com 375 votos favoráveis.

“O nosso objetivo é defender os interesses dos municípios, dos cidadãos e dos moradores. Entendemos que há a necessidade de um maior debate para entender o real impacto da reforma nas finanças dos municípios, sobretudo nas capitais e municípios com mais de 100 mil habitantes. Nós temos a responsabilidade de atender a população e não podemos perder recursos que farão falta na Saúde, Educação e Assistência Social. E é importante destacar que juntos os prefeitos que compõem a FNP representam 70% do PIB Nacional, por isso o nosso posicionamento é tão importante”, finalizou a Prefeita.

Botão Voltar ao topo