Santo Amaro e Nova Lima recebem Justiça Itinerante nesta semana; veja a rota

Moradores do Universitário, Aero Rancho, Nova Campo Grande e Jardim Canguru terão atendimento judiciário mais próximo nesta semana. O atendimento da Justiça Itinerante acontece em Campo Grande das 7 horas às 11h30, com prioridade para idosos, gestantes e deficientes, com senhas limitadas.

As demandas ocorrem sobre ações de alimentos, cobrança, conversão de separação em divórcio, rescisão contratual entre outros serviços.

Não são atendidos casos de ações trabalhistas, criminais em geral e contra a União, Estado, Município, Autarquias e Empresas Públicas, falências; que versem sobre direitos previdenciários, das sucessões e de estado (curatela e tutela); sobre falências e documentos em geral, entre outros.

Quem desejar mais informações basta ligar nos telefones (67) 3314-5503 e 3314-5537; ou comparecer na sede do Juizado, na Rua Antônio Corrêa, 85, na Vila Glória (entre as Rui Barbosa e Pedro Celestino – próximo à Avenida Fernando Corrêa da Costa).

Confira a Rota

Segunda-feira (18/03)
Unidade I: São Conrado – Av. Gal Alberto Carlos de Mendonça,  s/n em frente à Policlínica
Unidade II: Santo Amaro – Rua Ministro José Linhares, s/n (esquina com a Rua Yokohama) em frente à UPA

Terça-feira (19/03)
Unidade I: Nova Campo Grande – Av. Dois, 21, em frente a E.M Fauze Scaff Gattass
Unidade II: Nova Lima – Rua Ida Baís, 19, em frente ao Centro de Saúde São Francisco

Quarta-feira (20/03)
Unidade I: Pioneiros – Rua Ana Luísa de Souza, 1.090, em frente ao CEINF São José
Unidade II: JD. Canguru – Rua Catiguá 712, em frente à Escola Arlene Marques Almeida

Quinta-feira (21/03)
Unidade I: Universitário – Av. Guaicurus, esquina com a Rua Marques de Olinda, em frente ao UPA
Unidade II: Aero Rancho –Rua Plínio Mendes dos Santos (esquina com Rua Tokuei Nakao) em frente à praça

A população pode procurar uma das duas unidades do ônibus da Justiça Itinerante para receber orientações sobre ações de alimentos; cobrança; conversão de separação em divórcio; conversão de união estável em casamento; cumprimento de obrigação de fazer; declaratória de inexistência de débito; despejo; devolução de quantia paga; dissolução de união estável; divórcio direto; execução de alimentos; execução de título extrajudicial; execução de título judicial; execução de quantia certa; exoneração de alimentos; guarda; indenização por danos; investigação de paternidade; modificação de guarda; oferecimento de alimentos; reconhecimento de maternidade; reconhecimento de paternidade; reconhecimento de união estável; regulamentação de visitas; reintegração de posse; rescisão contratual; restabelecimento de sociedade conjugal; revisional de alimentos e revisional de cláusulas.

 

Botão Voltar ao topo